DICAS PARA PREVENÇÃO DE PERDAS NO VAREJO

Esse é um dos assuntos mais desconhecidos dos varejistas brasileiros.

Em cada palestra que faço sobre perdas, procuro fazer uma enquete junto à platéia para entender, quantos dos ali presentes já ouviram falar sobre prevenção de perdas.

Os resultados são sempre muito parecidos. Cerca de 98% dos presentes não sabem do que se trata.

A minha leitura sobre essa “ignorância” generalizada sobre o assunto é que, os varejistas estão muito preocupados em fazer o seu negócio caminhar da mesma forma que o fazem há décadas. Não estão abertos (ou mesmo procurando) por novas técnicas, novos caminhos e novas fórmulas para serem mais eficazes ou eficientes em seus processos.

Se por um lado cortam cafezinhos, benefícios, papel toalha e material de almoxarifado como forma de sentirem-se gestores das suas despesas (isso representando 1% de suas despesas) do outro lado perdem de 3% a 7% em mercadorias mal estocadas, vencidas, quebradas, furtadas e danificadas. Sem contar com a moral da equipe que sofre perdas e são alijadas de seu pequeno conforto e segurança.

A consequência desses atos são danosos aos negócios, pois aqueles que sãomos responsáveis pela fidelização dos clientes e pelo aumento nas vendas da nossa empresa, são tratados como entrusos, exatamente como Henry Ford fazia há quase um século atrás. 

 

Depois dessa introdução, a qual espero que tenha tocado a sua emoção e a sua razão, vamos ao que interessa:

 

Para facilitar a sua vida, preparamos alguns tópicos que consideramos preciosos para quem deseja conhecer melhor essa nova matéria, responsável por US$ 24 bilhões de prejuízos nos EUA.

Dicas básicas para começar a reduzir suas perdas

- Comece montando um cronograma anual de inventário em sua loja(s), e cumpra-o a risca. Se possível, contrate uma cooperativa especializada no assunto (ou um prestador de serviço especializado) para realizar esse balanço.

Lembre-se daquela valha MÁXIMA: “QUEM COMPRA NÃO PAGA”.

Colocar a sua equipe para auditar a ela mesma, na minha opinião, é um contracenso.

- Após apurar os resultados das perdas elenque os produtos cujas perdas somadas representem 30% do total das perdas. Esses serão os produtos de RISCO do seu negócio.

- Faça inventários rotativos  nesses produtos, semanalmente. Coloque um responsável da sua equipe (ou você mesmo) para assegurar que não mais faltarão no seu estoque. Se necessário, crie uma nova forma de controle e vendas desse produto. EX: Primeiro o cliente paga e depois pega no balcão. Sei o que vai dizer –  “mas que coisa mais antipática”. Digo a vocês que já fiz isso, explicando devidamente ao cliente que era para a sua segurança e discrição, e ele concordou sem reclamar.

- Faça um comunicado formal para os seus distribuidores e o protocole dizendo que, a partir de um prazo determinado você não receberá mercadorias com menos de, por exemplo, 12 meses à vencer.

Com isso você assegura que minimizará suas perdas por vencimento, sensivelmente, além de mostrar para os fornecedores que você está atento à validade dos produtos.

Todo mundo quer passar o mico para o outro. Mostre que você não aceitará mais isso.

- Oriente sua equipe sobre como proceder com as conferências diárias das mercadorias, e principalmente sobre a validade dos produtos.

- Outra regra importante a ser seguida pela sua equipe são:

Conferência do pedido x nota fiscal (descontos negociados, produtos e alíquotas de impostos – ST) x as unidades fisicamente recebidas.

Em caso de divergência eles devem comunicar ao responsável (indicado por você) que tomará as devidas providências (devolução ou acerto).

- Produtos de Life Style tais como: CIALIS, VIAGRA, LEVITRA, XENICAL, além dos principais anticoncepcionais, são muito visados pelos funcionários e “clientes”.

Para minimizar suas perdas guarde-os trancados no armário de controlados (ou em outro armário qualquer), e coloque sob a responsabilidade do farmacêutico ou do gerente.

- Estabeleça METAS para redução das perdas e premie sua equipe cada vez que atingir (os prêmios não devem ser em dinheiro, para não gerar direito adquirido e não incorporar no seu salário).

As dicas acima podem representar até 60% do total de perdas da sua empresa. Trate esse passos com carinho, e reduza sensivelmente as suas perdas.

 

SUCESSO E BOAS VENDAS.

 

Marco Antonio G. Geraigire é consultor especializado em varejo, palestrante, treinador e Prof. de Varejo da UNISANTOS e da OSWALDO CRUZ (SP)

 

Comente esse artigo, mande suas dúvidas e faça suas considerações.

40 Comentários

  1. SOU O LUCIANO HORTOLANDIA E INICIEI MINHA CARREIRA EM PREVENÇÃO E PERDAS.
    JA ESTIVE NA SEGURANÇA BANCARIA,EMPRESAS METALURGICAS E OUTRAS.
    NOTO QUE AS GRANDES REDES VAREJISTAS NÃO ESTÃO NEM AI PARA SUAS EQUIPES POREM AS COBRANÇAS DO QUE ELES NÃO ENSINARAM É TREMENDA.

    E O APOIO NÃO É NADA SATISFATÓRIO,O QUE FAÇO PARA DESEMPENHAR MINHAS ATIVIDADES,JA QUE TAMBÉM SOU TECNÓLOGO EM MKT DE VAREJO?

    • Amigo, bom dia!

      Antes de mais nada quero te dizer que as boas praticas elaboradas por você vai impactar muito nos resultados em sua empresa. Crie uma cartilha para mostrar aos funcionários os gastos com materiais de expedição,lanche, cafezinho etc…
      Saiba que você está sendo pago para para fazer um alto controle de prevenção contra as perdas em sua empresa e você tem que ter a sua mente que os funcionários tem que fazer as necessidades da empresa e não a vontade própria de cada um.

      ABRAÇOS E QUE DEUS E ABENÇOE!

      ELVIS GRISE
      ENCARREGADO DE PREVENÇÃO E PERDAS
      WAL-MART BRASIL.

  2. Prezado Luciano, a sua percepção está correta.
    A minoria das empresas varejistas brasileiras investem de fato na prevenção de perdas. Pensam que apenas cobrando resultado da equipe as perdas se reduzirão.
    Contudo, esse comportamento pode ser observado em quase todas as esferas do varejo, assim como em: Vendas, Marketing, Logística, Atendimento, Novos Negócios, entre outros.
    Investe-se muito pouco em treinamento e desenvolvimento de pessoas, haja visto que na 6a pesquisa nacional do PROVAR da FIA, o item treinamento em prevenção de perdas nem apareceu na lista dos investimentos.

    Quanto a sua pergunta, confesso que fiquei com dúvida. Peço a gentileza de esclarecer como posso fazer para ajudá-lo.

    Grande abraço e obrigado por participar.

    Marco Antonio Geraigire

  3. Minha pergunta é a seguinte,sou tecnólogo em mkt de varejo ou seja tenho estudado o compartamento do cliente e como fazer para melhorar o caminho das compras para os mesmos.E agora estou em prevenção que é o oposto.

    COMO POSSO ADAPTAR O QUE APRENDI NA PROFISSÃO COM MAIS FACILIDADE.

    Aproveitando caso tenha palestras dos tópicos e cursos interessa muito para mim

    • CARO LUCIANO,

      EU DISCORDO QUE SEJA O OPOSTO, COMO PROFISSIONAL DA AREA DE PREVENÇÃO DE PERDAS, OBVIAMENTE SEU FOCO É A ELIMINAÇÃO DOS RISCOS, MAS ISTO NAO SIGNIFICA NECESSARIAMENTE PERDER VENDAS, EU DIRIA ATE QUE A PREVENÇÃO CONTRIBUE PARA AUMENTO DE VENDAS, JA QUE SE ENVOLVE NOS QUESITOS QUALIDADE DE MERCADORIAS, HIGIENE DE PRODUTOS E INSTALAÇÕES E DESENMVOLVIMENTO DAS PESSOAS, E ISSO É O CONSUMIDOR ESPERA DO VAREJISTA.

      • Olá pessoal,

        Trabalho a quatro anos com Prevenção de perdas em Belo Horizonte e neste período percebi que um dos maiores paradigmas que precisam ser quebrados é justamente esse…a prevenção de perdas “prejudica a venda”.

        Vejo a prevenção de perdas não como uma atividade com fim em si mesma, mas como um meio para otimizar processos e potencializar as vendas da empresa. Afinal de contas é pensando em vender que as empresas compram produtos, estocam e cuidam da melhor forma possível, para assim poder atender as necessidades dos clientes.

        Forte abraço e sucesso a todos

  4. olá
    Estou fascinado por prevenção de perdas…a 5 meses fui promovido a Coord. de prevenção de perdas.na empresa que trbalho, muitos colaboradores desconhecem o assunto, com posso ajada-los?queria apresentar algo que realmente os ajudassem…NADA DE TREINAMENTOS EXAUTISVOS.
    Outra coisa, queria uma ajuda em minha monografia, decidi, e quero que seja algo voltado na area de prevenção de perdas…me ajudem, preciso entender muito sobre esta maravilhosa area.

    • POSSUO UM PROGRAMA DE PREVENCAO DE PERDAS QUE PREGA COMO CONCEITO A VALORIZAÇAO DAS PESSOAS E COMPOSTO DE TREINAMENTOS OBJETIVOS E ACOMPANHAMENTO PRATICO DAS OPERACOES. SE SUA EMPRESA ESTIVER INTERESSADA, FAVOR ENTRAR EM CONTATO VIA E-MAIL

      JOAO CARLOS
      joaolapa7@gmail.com

  5. Boa noite, as dias são muito importantes. Além dessas como tornar o varejo com mais emoção? Sou responsável por promover a alavencagem de vendas em uma loja de presentes. Já estou implantando promoções para vendas casadas, atualização do banco de dados para gerar mais contato e realizando uma pesquisa para encontrar meu público alvo e assim direcionar melhor foco de marketing. Não sei se só isso vai tornar minha prevenção de perdas mais eficiente.

    Obrigado pela oportunidade.

    • REALMENTE ESTAS AÇÕES SAO COMERCIAIS E VISAM AUMENTO DE VENDAS. PARA REDUZIR PERDAS, VOCE TERÁ QUE ADOTAR UM PROGRAMA QUE PREGUE MUDANÇA CULTURAL E AÇÕES PREVENTIVAS.

      PARA MAIS DETALHES, ESTOU A DISPOSIÇÃO

      JOAO CARLOS
      joaolapa7@gmail.com

  6. olá, fazendo um diagnóstico sobre perdas em um supermercado, gostaria de saber se é possível receber algum material com os procedimentos para elaboração de um diagnóstico sobre perdas, em fim algo que possa me ajudar neste trabalho.
    att,

    Wilson

    • NA FALTA DE DOMINIO TOTAL DO ASSUNTO, É IMPORTANTE RECORRER A ESPECIALISTAS DO RAMO, QUE POSSUAM UM PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE PERDAS SERIO E COM REFERENCIAS NO MERCADO.
      A BASICA É : COMPROMETER AS PESSOAS, MONITORAR PROCESSOS, MENSURAR DESEMEPNHOS, PADRONIZAR AS OPERAÇÕES DA LOJA E UTILIZAR ALGUM RECURSO TECNOLOGICO.
      SE PRECISAR DE MAIS INFORMAÇÕES, PODE ACESSAR MEU E-MAIL

      JOAO CARLOS

  7. Sou Enc. de Prevencáo, mas gostaria de receber treinamentos e aperfeicoar – me cada vez mas nessa area como faco para adquirir conhecimentos que iräo ser meu diferencial e consequentemente buscar crescimento na empresa que trabalho .

    • O PROVAR POSSUI OTIMOS CURSOS DE PREVENCAO DE PERDAS, SE QUISER ACESSE O SITE DELES E ESCOLHA O QUE MAIS TE INTERESSAR. TAMBEM EXISTEM CONSULTORES INDEPENDENTES QUE PODEM PREPARAR CURSOS PERSONALIZADOS DE ACORDO COM O QUE SUA EMPRESA PRECISA, POSSO DAR MAIS DETALJHES, ESCREVA-ME

      JOAO CARLOS
      joaolapa7@gmail.com

  8. Boa Noite!

    Sou Paulo Carneiro, jornalista. Escrevo uma matéria sobre programa de redução de perdas. É para a revista Pellegrino, que circula no varejo de autopeças. Quero lhe fazer uma pergunta sobre o assunto.
    – Quais os pontos fundamentais de um programa de redução de perdas, especialmente para o varejo de autopeças?

    Abraço
    Paulo Carneiro
    11 9197-9627

    • Prezado Paulo,

      Primeiramente agradecemos o seu contato e por prestigiar o nosso blog. Você chegou a acessar o nosso site? Lá encontrará mais informações sobre prevenção de perdas, assim como pesquisas realizadas pelo PROVAR USP que elucida as ocorrências de perdas nos diferentes segmentos de varejo nacional.

      Quanto a sua pergunta, seguem abaixo os principais pontos que um programa de prevenção de perdas deve abordar:

      1. Mudança cultural: O processo de perdas está diretamente atrelado a comportamento (essa é a razão de sermos especialistas na tipologia milenar do Eneagrama – leia mais em: http://geraigire.wordpress.com/2008/02/27/26/). Quando dizemos pessoas, queremos dizer: FUNCIONÁRIOS, CLIENTES E FORNECEDORES. Em todas essas esferas existem ações importantes para se estruturar um Programa de Prevenção de Perdas.

      2. Mapeamento dos Riscos nos Processos Empresariais: Cada empresa possui um fluxo processual próprio, e muitas vezes parecidos. Contudo, em cada particularidade processual, existe um “X crítico”. Como exemplo podemos citar, empresas que após conferirem eletrônicamentea expedição ou entrada de mercadoria, passam por um outro processo manual de conferência. Nesse caso, esse processo final pode ser o gerador das perdas, por “n” motivos.

      3. Criar uma ação formal para eliminar (quando possível) os “X críticos” de cada processo.

      4. Elaborar o controle contábil e financeiro das perdas, e ir comparando mensalmente os resultados para ver se as suas ações estão promovendo redução nas perdas (e consequente aumeno direto nos lucros).

      A grosso modo esses são os passos que consideramos fundamentais para a criação de um Programa para Prevenção de Perdas.

      Se pudermos ajudá-lo de outra forma é só nos escrever.

      Atenciosamente,

      Marco Antonio Geraigire
      http://WWW.GERAIGIRE.COM.BR
      marco.geraigire@geraigire.com.br

    • OS PILARES DE QUALQUER PROGRAMA DE PREVENÇÃODE PERDAS PARA TODOS OS SEGMENTOS DO VAREJO SAO :

      1 – COMPROMETER AS PESSOAS
      2 – MONITORAR OS PROCESSOS
      3 – MENSURAR OS RESULTADOS
      4 – PADRONIZAÇÃO DAS OPERAÇOES
      5 – ALGUM INVESTIMENTO EM TECNOLOGIA

      JOAO CARLOS
      joaolapa7@gmail.com

  9. Sou Chefe de Prevenção de Perdas, trabalho ha 11 anos no Grupo Pão de Açucar, estou estudando o ultimo semestre em Administração de Empresas. Ministro palestras na empreza e atuo na área operacional das lojas. Me disponho em participar de palestras e Workshop.

    Cel. 8078-1617

    Att. Abedias

  10. Trabalho há 8 anos com soluções para prevençãp de perdas e acredito que hoje em dia os varejistas já compreendem o problema das perdas em suas empresas mas ainda relutam em investir em produtos como cftv, eas, controle de acessso entre outros, acho que o varejista não vÊ isso como investimento e por isso nosso trabalho étão importante para mostrar os beneficios das soluçoes.

  11. Há 7,6 anos trabalho no grupo Pão de Açucar , metade deles na Prevenção de perdas
    temos um trabalho muito forte nesta área , mas mesmo assim acho que preciso de mais conhecimento na área para poder crescer profissionalmente e ajudar a loja ao qual trabalho a conseguir resultados significativo , existem cursos ,workshop e palestra para agregar conhecimentos no meu curriculo.

  12. Boa Noite

    Marco Antonio, estou interessado em fazer um TCC com foco na redução de perdas operacionais em super e hipermercados, com intuito de reduzir perdas para compor o lucro.

    Pode me ajudar com dicas de livros, artigos, site para que eu possa fazer este trabalho

    • Prezado Douglas,
      Primeiramente gostaria de parabenizá-lo e desejar sucesso nessa nova empreitada. Não é fácil se desenvolver nesse país.
      Com relação a sua pergunta, você rapidamente perceberá que as referências em prevenção de perdas no país são raras.
      De um lado você tem o nosso site com algumas informações e pesquisas – http://www.geraigire.com.br, depois você encontrará blogs voltados ao assunto (que facilmente poderão ser encontrados pelo GOOGLE, e a FIA (fundação Instituto de Administração) que coordena o GPP (Grupo de prev. de perdas) e que promovem encontros de associados ao GPP (os grandes) e pesquisa anual sobre perdas.

      No mais é um mercado ainda virgem e a ser normatizado de forma pedagógica. Esperamos em breve fazer parte desse contexto, com o lançamento de um livro sobre o BEABA em perdas.
      Pesquisa as associações do México e dos Estados Unidos na NRF ( National Retail Federation).

      Good Luck

      Abs,

      Marco Antonio Geraigire

  13. Bom dia, Marco Antonio estou fazendo meu Tcc de prevenção de perdas no varejo, trabalho em uma loja de varejo e vejo com frequencia esse assunto de perdas de produto, porém acredito que esse problema ocorre na loja é falta de treinamento, gostaria de saber sua opião que ja está na area, e onde posso ter mais material.

    Obrigada
    Rosiane

  14. boa noite,
    eu me chamo luciane sou gerente de prevenção de perdas a 3 anos em uma rede de supermercados no maranhão gostaria de dicas inovadoras para evitar a pedas nos meus inventários, diariamente audito os PAR, faço controle de notas fiscais comfrontando-as com a mercadoria,audito mercadorias com peso variaveis principalmente as caixarias e, tenho abtido um bom resultado ,mais queria novas dicas para obter um resultado 100%.por favor me ajudem!!!

    • Olá Luciane,

      Se tem um dica preciosa para reduzir perdas, é através das pessoas.
      Em primeiro lugar as pessoas precisam de informação, conhecimento e estímulo para mudanças. Se você envolvê-los e criar o ambiente certo para a prevenção, elas responderão positivamente.
      Por outro lado, reina em nosso país um sentimento instituiconal de impunidade. Por isso, quando alguém está insatisfeito com a empresa e deseja sair, ele causa algum tipo de prejuízo para ser mandado embora.
      Nesse caso sugiro implantar JUNTO com uma política de treinamento e premiação, uma outra de punição, a qual chamamos de TOLERÂNCIA ZERO (TZ).
      A TZ deixa claro que ações de perdas propositais, ou de furto são crimes previstos na lei civil ou trabalhista, e que a mesma será aplicada com todo o rigor.
      Caso deseje, a GERAIGIRE domina essa técnica e podemos transferir esse know-how para a sua empresa, através de treinamentos, palestras e/ou consultoria especializada.

      Desejamos sucesso para você.

      Marco Antonio Geraigire
      Sócio-consultor da Geraigire

  15. Boa Tarde Marco.
    Fui recentemente promovido ao cargo de Encarregado de Prevenção de Perdas,sou totalmente novo nesse ramo e gostaria de algumas dicas para obter sucesso nessa nova área.
    Atuo no ramo farmacêutico,tenho procurado novos meios para que sejam reduzidos as falhas como erros no inventário e confronto da Nota Fiscal x Mercadoria.
    Gostaria de algumas dicas ou Processos que possam ser adotados para melhoria na Empresa.

    Att,Luiz Henrique

    • Prezado Luiz Henrique,
      Parabéns pela conquista.
      O mundo da prevenção de perdas no varejo nacional ainda está engatinhando, com raríssimas exceções. Por esse motivo você vai ter algumas dificuldades em encontrar material “didático” sobre o assunto.
      Na prática você encontrará bibliografia no formato de pesquisa no site da FIA (nacional) e no site da NRF (National Retail Federation).
      No mais, depois de mais de uma década estudando e prestando consultoria no assunto, posso te dar algumas dicas importantes:

      1. O segredo da prevenção de perdas está nas pessoas e no desenho dos processos. Explicando: Se os funcionários não forem de boa origem, e desconhecerem o assunto (e o impacto que o trabalho de cada nas perdas) você não alcançará bons resultados.
      1.1 Desenho dos processos: Um processo empresarial mal desenhado aumenta as chances de perdas e erros, que acabam gerando retrabalho (uma outra forma de perder).

      2. A Regra do Jogo: Furtos e consumos de produtos, muitas vezes, são considerados “normais” por parte dos infratores. Isso é fruto de uma cultura de impunidade, presente em todas as instâncias executivas do país. Desde pequeno as pessoas furtam e acham que isso é normal e que não há mal nenhum nisso.
      É preciso que sejam criadas regras claras, tanto para o prevenção, quanto para o furto. Equipes que previnem perdas devem, ser premiadas por isso, na nossa opinião, e aqueles que forem pegos furtando deverão responder civil e criminalmente por isso. Chamamos isso de Tolerância Zero.

      3. Desde a entrada do funcionário até a sua saída, existem ações para prevenção de perdas:
      3.1 Ao entrar, ele deve receber um manula sobre o assunto, dentro das demais regras de RH.
      3.2 Participar de uma palestra obrigatória sobre o assunto antes de assumir sua função, entendo a importância do assunto e tomando ciência do plano de incentivo para a prevenção e do Tolerância Zero.
      3.3 Cada qual na sua função, deverá ser treinado com base nas boas práticas de cada área, com ênfase aonde se geram as perdas.

      TODOS DEVEM SENTIR-SE CONTROLADOS E DE CERTA FORMA VIGIADOS NESSE SENTIDO.

      4. Criação de uma equipe de PP, e de recursos em cada área, que serão seus interlocutores nos departamentos de maior risco. Com eles serão realizadas reuniões periódicas de trabalho, para mapear processos de risco e mudanças necessárias para aprimorar o controle das perdas.

      5. Criação de uma relatório gerencial com os principais indicadores de perdas, conforme relevância, atualizando-o semanalmente se possível, e servindo de base para mostrar o resultado do seu trabalho para a direção da empresa.
      Prevenção de perdas é matemático e não subjetivo.
      As perdas, contabilmente falando, são lançadas no DRE no campo DESPESAS GERAIS. Por esse motivo, a cada R$1,00 economizado em perdas, aumenta proporcional e diretamente no lucro.

      6. A última e mais preciosa dica sobre prevenção de perdas é: “NÃO PODEMOS INVESTIR MAIS NA PREVENÇÃO DO QUE O VALOR EFETIVO DAS PERDAS”
      Ex: Se a perda é igual à R$ 100,00, não podemos criar um plano que custe mais do que R$100,00 para prevenir a perda.

      Essas são as nossas dicas sobre o assunto. Esperamos que faça proveito das dicas (conquistadas ao longo de muitos erros e acertos) e tenha muito sucesso na sua nova empreitada.

      Abraços,

      Marco Antonio Geraigire

  16. A grande questão que envolve a Prevenção de Perdas no varejo, está em conciliar investimento com “atitude” de todos os colaboradores de uma determinada organização ou área, a falta de planejamento ou a falta de conhecimento das ações preventivas e pessoas é que fazem com que diversos “programas preventivos” mirabolantes vão por água abaixo depois que essa organização investiu recursos e não obteve os resultados esperados. Eu trabalho na área de Prevenção de Perdas há mais de nove anos e posso afirmar que já vi de tudo, e sempre os melhores resultados foram obtidos quando boa parte dos esforços foram direcionados as pessoas, e claro, aliado a tecnologias que nem sempre custam os olhos da cara para as organizações. Isso ocorre pelo simples fato de que Prevenção de Perdas é um conceito “de vida” e não apenas uma ferramenta holística ou gerencial, pois apurar números ou reconhecer os problemas é fácil. Conheça as pessoas inseridas no processo e analise o grau de comprometimento de cada uma delas, daí sim você terá uma noção segura dos resultados esperados e prazo do seu projeto de Prevenção de Perdas.

  17. Vejo que são varias as opiniões sobre prevenção de perdas, estou nesse ramo a 4 anos e ja passei por varias experiencias de prevenção, a minha opinião é que prevenção de perdas é rotina, não importa o plano de ação que voce tomar para previnir perdas, o que importa é criar uma rotina para que um determinado tipo de situação não aconteça mais. isso é previnir perdas. também concordo que muitas empresas não dão tanto valor a prevenção de perdas, muitos gestores olham para a prevenção como um departamento que apenas da despesas, e que se for pensar pelo lado comercial isso é verdade, o fato é que prevenção de perdas não faz venda, Mas muitos gestores ja cairam em si e perceberam que a prevenção de perdas é um departamento de extrema importancia, e que ajuda a aumentar os lucros significativamente, ai muitas pessoas podem pensar. mas como que a prevenção de perdas aumenta o lucro se é um departamento que não vende nada? o lucro da prevenção de perdas é justamente a redução das perdas, se voce perde menos voce vende mais. so que esse é um tipo de serviço que é preciso da colaboração de todos, não adianta nada so uma pessoa ter consciencia do que é preciso fazer, se isso não estiver bem claro na cabeça de todos os colaboradores plano de ação nenhum vai dar certo e ai sim var ser um setor que apenas da despesas.

    Moisés Maciel

  18. ola tenho 20 anos e entrei no ramo de prevenção mas sou muito novo nisso e trabalho numa loja de roupas e eletros e nao sei muito o que fazer para previnir perdas ,o que eu deveria fazer para melhorar meu desempenho no trabalho

  19. Olá, Marco!

    É exatamente isso que você falou, a minoria conhece entende o que é prevenção de perdas e a importância deste trabalho para empresa.
    Perde-se muito com a falta de um planejamento adequado em certos projeto também.
    Querem abrir uma porta, simplismente por comodidade, mas não analisam seus riscos porque muitos não tem essa visão.
    Minha dúvida é:
    Trabalho em um homecenter e perdemos muito em produtos como sacarias de argamassa e cimento (armazenagem, estocagem, manuseio(empilhadeiras)). A empresa já fez vários projetos para reduzir esta perda, mas foi em vão. Além de não conseguirem elaborar um local apropriado, ainda temos o fato da falta de consciência de quem manuseia (possuem um grau de instrução mais baixo (menos que 4ª série) e por mais que você treine e forme, o conhecimento para eles é volátil, aprendem esta semana e semana que vem, já não sabem mais. Na Web, não encontrei nada que pudesse nos ajudar. Você teria alguma dica?

  20. Caro marcos ,

    Sou tecnólogo em logistica recem formado ,comecei a trabalhar recentemente como assistente de prevenção de perdas em grupo varejista absurdo o que eu vejo acontecer mesmo com tão pouca experiencia vista.tanto pessoas como tecnologia deixam muito a desejar ,penso em elaborar um projeto para prevenção demonstrar a falhas fazer estatísticas de tudo que perde logicamente vão pedir um retorno no projeto e isso me preocupa um pouco já que é preciso mudar muitos conceitos operacionais na empresa qual seria sua filosófia de trabalho se estivesse no meu nivel de experiencia .grato se puder me ajudar .

    • Olá Reynaldo,
      Vou tentar provocar questionamentos em você através de algumas colocações, as quais por certo o ajudarão a compreender o processo:

      – Prevenção de perdas é a arte de evitar que mercadorias importantes e significativas seja “perdidas” com frequência. Parece óbvio, mas por detrás dessa frase está escrito: Não vale a pena investir mais em prevenção, do que o valor da perda em si mesma. E por isso, o primeiro passo é – MEDIR AS PERDAS.

      – Os principais indicadores de perdas são: MERCADORIA ROUBADA, VENCIDA, QUEBRADA, INADIMPLÊNCIA (CHEQUE SEM FUNDO);

      – Levantar quais os produtos mais furtados, vencidos e quebrados;

      – A partir desse cenário, você precisa entender que um único profissional não previne perdas. É necessário que a cultura de prevenção permeie a empresa (palestras e treinamentos);

      – Politica de premiação por reduções, e punições por furtos.

      Espero ter iluminado o seu caminho de alguma forma. E estamos à disposição se desejar encurtar caminho e ganhar know how.

      Att,

      Marco Antonio Geraigire
      GERAIGIRE

  21. Gostária de saber sobre cursos na aréa de prevenção de perdas.

  22. BOA NOITE!!

    Sou Everton Rander ,à um bom tempo já venho atuando no ramo de Prevenção de Perdas em uma rede de supermercados.Comecei como Axiliar, passei pra Assistente e agora vou fzr uma nova selecão para Encarregado.
    Toda empresa tem suas respectivas normas e formas de trabalho.Conheço algumas ,já passei por várias situações diferentes.Certo!
    Creio que para que o trabalho da Prevenção possa acontecer é preciso foco na situação, pois acontecem muitas e a toda hora.Rotinas devem ser criadas para que os erros constantes não voltem á acontecer.Idependente da situação, o conhecimento daqueles que estao ao seu lado é fundamental.Pois trabalhando em conjunto e expondo ideias, novos conceitos sempre surgiram.
    Peço e espero novas surgestoes sobre regras ,normas e formas de trabalho para a coordenaçao de uma equipe de Prevenção .

    • Prezado Everton,

      Agradecemos o seu contato e a participação em nosso blog.
      Quanto a sua solicitação, infelizmente não podemos ajudar. Todos esses documentos foram desenvolvidos sob medida para os nossos clientes, e são documentos considerados confidenciais pelos mesmos e pelo contrato de confidencialidade que assinamos.
      Caso tenha necessidade de suporte consultivo, teremos o maior prazer em mandar-lhe uma proposta comercial.

      Sucesso para você.

      Att,

      Marco Antonio Geraigire

  23. Muito Bom

    • Obrigado pela delicadeza do comentário Paulo.

      Abraços,

      Marco Geraigire

  24. Boa noite.
    Me chamo Cristina e trabalho a onze anos em supermercado de bairro, que fui convidada para implantar o pp, sendo que ouvi falar desse setor a muito tempo, hoje vejo a importância e estou em dúvida pois estou entrando agora para a informatização e sou muito questionadora sendo que não domino o a função estou totalmente sem rumo.
    Agradeço se puder orientar-me.

    • Olá Ana Cristina,

      Me diga exatamente o que você precisa nesse primeiro momento, para que possamos entender como ajudar por favor.
      O processo de prevenção é um assunto amplo e abrangente. Quanto mais informação você colhe, mas oportunidades de redução se encontra.

      Se posso lhe dar um conselho, segue uma lista de assuntos abaixo para você refletir:

      1. Não se previne perdas sem informação;
      2. Não se deve gastar mais para prevenir perdas, do que o valor da perda em si.
      3. Pessoas previnem perdas, e não processos e tecnologia. Por isso é preciso que a cultura se difunda, e que tenhamos a certeza de que os funcionários estão de fato comprometidos com isso;
      4. Levante primeiramente os dados de perdas de inventário (costuma representar 65% das perdas totais). Com esses dados nas mãos, faça uma projeção anual das perdas e aí sim monte um plano de investimento em prevenção, incluindo as etapas abaixo:
      4.1 Palestra onde será apresentado o tema a todos os colaboradores, e o programa TOELRÂNCIA ZERO (punição a quem gerar perdas, e premiação para quem reduzir);
      4.2 Mapeamento dos principais processos da empresa e identificação daqueles que estão gerando perdas;
      4.3 Criação de uma equipe de prevenção, com a participação de representantes de cada um dos setores mapeados;
      4.4 Aferição mensal dos resultados;

      Enfim, esse é um começo. Aguardo seu retorno.

      Abraços,

      Marco Antonio Geraigire
      GERAIGIRE


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • SEJA BEM-VINDO AO BLOG DA GERAIGIRE

    Se você é empresário, empreendedor, fornecedor, agência de comunicação, consultoria, estudante ou simplesmente um apaixonado por varejo, esse espaço é todo seu. Aproveite e comente, pergunte, provoque, discorde ou simplesmente LEIA as nossas matérias, cases e artigos. Sem a sua participação nada disso vale a pena. Abraços, Marco Antonio Geraigire
  • Blog Stats

    • 60,302 hits
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.